O Templo Ta Phrom ficou famoso depois de aparecer como cenário do filme Tomb Raider e foi o nosso  primeiro templo do dia. Ao chegarmos, o Mao o motorista do tuk-tuk que nos acompanharia o dia em Angor nos deixou na porta leste e falou que nos aguardaria na entrada oposta. Ele só não contava com o nosso entusiasmo fotográfico. Ficamos mais de duas horas lá dentro fotogrando e quando chegamos no portão oposto ele nos disse que já estava quase indo lá nos buscar pois em geral o visitante comum costuma demorar cerca de uma hora neste templo.


“One dolaaaar!”

Mal chegamos no templo e nosso tuk-tuk foi cercado por vendedores (adultos e crianças) oferecendo diversos tipos de souvernir. Imãs, livro-guias, echarpes de seda, postais, desenhos, etc. As crianças são bem insistentes e ficam repetindo uma cantilena sem fim “magnetic 1 dolaaaaaaarrrrr, buy magnetic 1 dolaaaaaarrrr”. Pelourinho feelings, saca? E mesmo quando você anda, elas vão atrás de você e te rodeam. Só param quando você entra na área do templo. Ainda que muito insistentes, ao menos a postura delas não é impositiva (como no Pelourinho). É só um pouco chato, mas de certa forma você fica condoído com cena. No fim, acabamos comprando um guia e um imã pra nossa coleção.
Dentro do templo, já livre dos ambulantes, começa a sessão fotográfica do dia. Click, click, click.

Se liga no Air Jordan!

Escrito por Claudio Lemos