Bikers no alto do Vale Nevado off season


No dia que fizemos a subida até o Valle Nevado, nosso esperto guia Humberto já havia nos chamado a atenção para a quantidade de ciclistas que treinam ali em competições. E realmente na estrada morro acima do Valle Nevado vimos muitos grupos de ciclistas, todos paramentados como mandam o figurino, pedalando com muita garra morro acima. Eram grupos de quinze a vinte ciclistas, e vimos vários desses. Isso me chamou a atenção, pois quando fui anteriormente a Santiago quase não vi bikes. Talvez fosse por conta do frio (era quase inverno), e nessa ida já pegamos meados de primavera com termometros marcando até 30 C.

Funicular de subida ao Cerro San Cristóbal
Fiquei surpreso quando subimos ao Cerro San Cristóbal, o mirante mais alto de Santiago (embora a vista do Cerro Santa Lucia seja melhor) a cerca de 800m de altura e vi um monte de ciclistas por ali. É mó pirambeira morro acima. Quase uns 4km de subida direto! Nós subimos o Cerro utilizando o funicular mas acabamos descendo pela estrada que corta o Parque Metropolitano de Santiago, aonde está localizado o Cerro San Cristóbal. O Parque inclui ainda outras atrações como o zoológico da cidade, o museu do vinho, as piscinas públicas (é sério isso!) e um teleférico que estava desativado. O Parque é bem grande e conta com alguns acessos de entrada, nós fomos descendo até sair pelo acesso Pedro Valdívia Norte que fica bem pertinho de outro parque muito interessante: o Parque de Las Esculturas. Já tinha curtido muito a idéia quando estive lá em 2011, e agora achei ainda mais legal pois percebi que o parque continua em evolução. Algumas obras já não estão mais lá, enquanto várias outras foram acrescentadas. Deve ser da própria proposta do parque mesmo, continuar essa organicidade das obras. 

Pirambeira morro acima e a galera subindo de bike!
Pra baixo, todo santo ajuda né?
O acesso ao parque por Pedro Valdívia Norte
Piscina pública


E ainda demos a sorte de encontrar dentro do Parque um piano que faz parte do projeto que corre do globo desde 2008 chamado Street Pianos (e no Chile ganhou a hashtag #maspianosamiciudad). Chegamos a ver avistar outro piano na Plaza de Armas. Legal que os instrumentos são pintados como intervenções urbanas e que ficam disponíveis ao ar livre para quem quiser tocar. Podia vim pro Rio isso né?

O projeto Street Pianos
Parque de las Esculturas
Parque de las Esculturas

 

Escrito por Claudio Lemos