The Glass Ship

The Glass Ship – o prédio da Fondation Louis Vuitton desenhado por Gehry

 

Dando continuidade ao nosso post anterior sobre a invasão frankgehryana em Paris, vamos agora a segunda e mais sensacional novidade parisiense:

GEHRY 2x – FONDATION LOUIS VUITTON (FLV)

IMG_5925

A sinalização começa já no metro (estação Les Sablons)

 

A FLV está localizada no 16eme arrondissement dentro do parque Bois de Boulogne. A estação de metro Les Sablons é a mais próxima. Fica a mais ou menos uns 10minutos da entrada da fundação. Só cuidado para não cair no mesmo erro da gente. Seguindo a rua em direção a FLV você passa primeiro pela entrada do Le Jardin d’Acclimatation que é pago. Siga em frente e entre direto na FLV, o ingresso do museu já dá direito a visitação do jardim. Nós não sabíamos e acabamos tendo uma sobretaxa desnecessária…

DSC09639

“Quer dizer que se eu seguir por fora não preciso pagar o ingresso do jardim?”

 

DSC09646

Pois é, a gente não sabia e acabou pagando pra entrar no Jardim (que já está incluído no preço da FLV)

 

DSC09643

DSC09650

Olha a fila do lado de fora...

Olha a fila do lado de fora…

Ao menos a fila para entrar na FLV por dentro do parque era bem menor que a do lado de fora. Chegue cedo, quanto mais perto da hora de abertura melhor. O lugar vai enchendo a medida que as horas passam. E até por ser uma novidade em Paris, a visitação tem sido bem forte.

O prédio é um desbunde. Parece um imenso navio de vidro que reflete tanto céu  quanto o verde do jardim no entorno. É de cair o queixo!

São 11 galerias, um auditório (sala de concertos), um restaurante, uma livraria e 3 terraços incríveis! Quando fomos estava em exibição uma expo dedicada ao prédio com as maquetes, vários filmes mostrando o timelapse da construção e inúmeras plantas. Tinha uma instalação também muito doida. Nela você entra num salão e três artistas estão de grudados nas quinas das paredes. Aí do nada eles começam a fazer umas vocalizações naquela sala com acústica perfeita. Dura uns 5 minutos. Mas não é possível ver o rosto deles nem interagir. No mínimo inusitado.

DSC09652

DSC09656

 

DSC09658

DSC09659

 

DSC09664

DSC09668

DSC09669

DSC09695

DSC09698

DSC09726

DSC09727

DSC09743

A única vista da Torre é essa frestinha aí

 

DSC09747

DSC09751

O auditório foi aberto com uma sequência de shows do Kraftwerk

DSC09757

DSC09764

A entrada principal

IMG_5945

 

IMG_9698

IMG_9733

A livraria é uma graça, só faltou o cidadão aqui aprender a ler francês

 

IMG_9736

IMG_9765

Um dos 3 jardins suspensos do prédio

 

IMG_9784

A curadoria da FLV ainda tem uma obra do Olafur Eliasson no subsolo, uma estátua gigantesca do Thomas Schütte, entre outras coisas. Mas o maior charme de lá é o prédio em si. Andar por ele, já é o máximo. Desde o subsolo até as galerias superiores, e ainda contando com três terraços abertos. O traço do Gehry é realmente distinto.  Não deixe de conhecer quando estiver em Paris. Os Claudios super-recomendam!

DSC09692

Uma rosa de 8m de altura no hall principal

 

DSC09708

O gigante menino do Thomas Schütte

 

IMG_9750

IMG_5957

IMG_9738

DSC09750

IMG_5973

A obra caleidoscópica do Olafur Eliasson

 

IMG_9801

IMG_9789

IMG_9790

IMG_9793

INFOS ÚTEIS

Fondation Louis Vuitton

8, Avenue du Mahatma Gandhi – Bois de Boulogne – 75116 –  Paris
Metro: Linha 1, estação Les Sablons
(há um serviço de transfer de ônibus elétrico que sai da Place Charles de Gaulle, mas tava bem cheio quando fomos e optamos pelo metro mesmo)
Aberto todos os dias, exceto terças-feiras.
Ingresso: 14 euros
Horário-base é das 12h às 19h. Finais de semana e sexta, fica aberto até mais tarde.
Site: www.fondationlouisvuitton.fr/en.html

Escrito por Claudio Lemos