dsc05381-e1401149597292

DSC05381

Conhecida como a “cidade dos mil templos”, Kyoto realmente é um parada obrigatória pra turistas brazucas como a gente. É impressionante a quantidade de templos, santuários e afins espalhados pela cidade. Havíamos separado quatro dias inteiros para zanzar pela cidade e já sabia de antemão que seria humanamente impossível visitar todos eles, sendo assim havíamos garimpado um punhado deles para conhecer.

Nos blogs e artigos que li, dois templos sempre se destacavam entre os recomendados/imperdíveis: o Kiyomizu-Dera e o Kinkaku-ji (também conhecido como Golden Pavillion). Mas como eles distantes um do outro, fez mais sentido combinar a ida do Golden Pavillion com o Daitoku-ji e deixar para ir ao Kiyomizu junto com uma passadinha pelo Yasaka Shrine e o bairro de Gion, aonde você pode ter a sorte de encontrar as gueixas pelas ruas.

DSC06055

Kiyomizu-dera, infelizmente pegamos uma chuva bisonha nesse dia

IMG_2141

Kinkaku-ji, o Pavilhão Dourado, concorre pelo título do mais belo templo de Kyoto

Visitar os templos no Japão é muito legal, coisa e tal, mas depois de um tempinho fica igual a visita de igreja: altar aqui, dragão ali, molha a mão com a panelinha, acende um incenso, bate palma 2x e repete desde o início. É legal, mas não precisa ficar preocupado em visitar todos porque no fim dá aquela sensação de mais do mesmo, entende? Quando for montar seu roteiro aposte na variação dos formatos: templo, santuário, castelo, jardim japonês e pagodas. Assim você ao menos sairá com um alento no coração por ter experimentado diferentes formatos do budismo/zen-budismo na sua viagem.

DSC05388

Kyoto, chegamos!

Nós ficamos hospedados no Hotel Monterey Kyoto, da mesma rede que ficamos em Ginza (Tokyo). Felizmente Kyoto não sofre do mesmo problema de espaço da capital japonesa, e logo nosso quarto tinha um bom espaço para circularmos, uma cama excelente e um banheiro ótimo. Fica a uma quadra do metro de Karasuma Oike, que por sua vez está a duas estações da Kyoto Station – uma estação inevitável na sua estadia pela cidade. O hotel é ótimo e até recomendaria, mas tendo poucos dias na cidade vale a pena ficar nos arredores da Kyoto Station. É bem mais estratégico. Fica mais fácil de pegar os ônibus turísticos, os trens para as outras cidades (como Nara, Hiroshima, Tokyo, Osaka, etc) e é perto de Gion, o bairro mais autêntico da cidade.

IMG_1907

Lobby do Monterey Kyoto, decoração inspirada na arquitetura de Edimburgo

IMG_1908

Hall do Monterey

Monterey Kyoto room entrance

Um quarto bem mais espaçosos que em Tokyo

Monterey Kyoto room

IMG_2834

 

monterey kyoto bathroom

 

Em Kyoto o ônibus será mais seu amigo do que o metrô, porque os templos estão bem espalhadas pela cidade e nem todas tem uma estação de metro perto, mas muito provavelmente haverá um ônibus turístico. Para pequenas distâncias (até uns 4km), o taxi é uma boa opção também. Ao menos irá lhe proporcionar interações caricatas com os japoneses. Eles são super simpáticos e solícitos, mas o inglês deles nem sempre é compreensível. O legal é que muitos deles (vendedores, taxistas, garçons) carregam uma “cola” com expressões cotidianas para poder manter a “conversa”. Ah, os japoneses são demais né?

kyoto bus

Pegando o busão para voltar dos templos

 

DESBRAVANDO OS TEMPLOS

Fomos a um total de 10 templos lá em Kyoto, no final já tava até trocando o nome deles…e provavelmente já teria esquecido se não tivesse escrito no moleskine pra me lembrar. Também pudera olha só a escalação: Daikoku, Kinkaku-ji, Kiyozumi, Fushimi, Nishiki, Yasaka, Rokkaku, Nijo, Higashi Hongan-ji e Nishi Hongan-ji. Fica complicado pra decorar né? Dessa amostra do que vimos os que mais nos chamaram a atenção foram o Pavilhão Dourado (Kinkaku-ji), Castelo Nijo e o Fushimi. Vou dedicar um post separado para falar destes três em breve. Enquanto isso vamos ao tour fotográfico dos templos em Kyoto

Rokkaku

Templo Rokkaku

yasaka

Santuário de Yasaka, ao lado do bairro de Gion e perto do parque Maruyama

Nijo Castelo

O impressionante Castelo Nijo

highashi hogan

Higashi Hongan-ji fica bem no centrinho de Kyoto e perto do…

Nishi Hongan-ji

…Nishi Hongan-ji

nishiki shrine

Santuário Nishiki

daikoku

Jardins zen em Daikoku

torii fushimi

Os toris enfileirados de Fushimi

 

 

 

Links:

Abaixo seguem alguns links que nos ajudaram a montar nosso roteiro pela cidade, vale a pena conferir

http://oglobo.globo.com/boa-viagem/kioto-coracao-do-japao-2913260

http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/2012/10/04/o-que-fazer-em-quioto/

http://www.nosnomundo.com.br/category/japao/kyoto/

http://ideiasnamala.com/2012/01/23/seja-bem-vindo-a-kioto-eki-estacao-de-kioto/

Escrito por Claudio Lemos