Não espere encontrar em Curaçao praias como do nordeste brasileiro com longas faixas de areia a perder de vista. Na ilha predominam praias pequenas, muitas delas espremidas entre pequenos morros. Há também praias “artificiais”, em geral as margens dos hotéis que tentam garantir o maior conforto para seus hóspedes. Segundo meu chute, sem qualquer preocupação com a realidade eu diria que devem existir pelo menos umas 40 praias em Curaçao. O Riq Freire fez um post bem bacana que lista 11 delas. Durante os poucos dias em que pudemos aproveitar a ilha, conseguimos passar por seis praias (sete se incluirmos Klein Curaçao), todas com aquele mar de cair do queixo.

 

Uma peculiaridade sobre Curaçao é que existem algumas praias com cobrança de ingresso. Você não leu errado, em algumas praias é preciso pagar para entrar. Mas não se assuste, o preço não é abusivo. Lembro de ter pago cerca de 10USD pelo carro (valor que vale para até quatro pessoas), mas pelo menos o ingresso acaba levando a uma infra melhor. Senti uma diferença considerável entre Cas Abou e Port Marie (ambas pagas) para as praias de Kenepa Grandi, Santa Cruz e Dasbooi que são públicas. As praias mais bonitas de Curaçao costumam ficar na direçao de Westpunt, o lado oeste da ilha cerca de uns 30-40min do centrinho (Punda/Otrabanda) de Curaçao. A rigor só faz sentido ir pra Westpunt por conta das praias mesmo, porque fica distante do centro e não há muitos hotéis e restaurantes para aquele lado da ilha. Curaçao funciona enquanto cidade nos arredores de Punda e Otrobanda, a melhor opção pra quem quer se hospedar é ficar na área que vai de Piscadera até o Seaquarium. É lá que estão os hotéis, anyway.
Kenepa Grandi (ou Grote Knip) é uma das praias mais bonitas de Curaçao. Fica encravada entre dois pedaços de rocha que parecem delimitar uma mini baia aonde fica a praia. Os carros ficam estacionados na parte alta aonde há um mirante pra fazer aquelas fotos de causar inveja e o caminho para a praia é feito a pé, descendo uma trilha tranquilinha a pé. Como Kenepa é uma praia pública, não havia nenhum tipo de serviço por lá (ao menos no dia que fui). Não tinha espreguiçaderas para alugar, muito menos snorkel e máscaras de mergulho. O banheiro estava desativado e fechado. E, exceto uma tiazinha com isopor lá perto do estacionamento, não havia nenhuma lanchonete/quiosque vendendo comes e bebes. Ou seja, se quiser passar o dia por lá, melhor garantir a farofinha por conta própria e levar seu farnel consigo. Inclusive vi famílas que fizeram isso por lá. Depois de ter passado pelas praias de Santa Cruz e Dasbooi percebi que nas praias públicas a farofa é a regra. Por mais que haja avisos na entrada da praia, grupos levam isopores com bebidas e fazem churrascos na areia. Farofada da boa mesmo. Me pareceu também que as praias públicas são mais utilizadas pelos habitantes da ilha enquanto que as praias pagas concentram mais turistas, faz sentido afinal se você morasse lá provavelmente não veria sentido em ir pagar pra ir a praia, enquanto que pro turista isso não faz a menor diferença. Ainda sobre Kenepa, meu único arrependimento foi ter contado com o ovo no c* da galinha e não ter alugado snorkel no hotel. Tava crente que na praia seria possível alugar máscara e afins, mas não havia ninguém alugando equipamento por lá :( Uma pena pois a praia é linda e certamente haveria uma infinidade de peixes para ver por lá.
Kenepa Grandi...

Kenepa Grandi…

..ou Grote Knip, como preferir :)

…ou Grote Knip, como preferir :)


A praia de Santa Cruz estava quase deserta quando passei por lá, mas nem animamos muito de ficar ali. A água era calmíssima, mas não havia infra que pudéssemos aproveitar. Tudo fechado e com pouca gente. Já Daaibooi estava bem movimentada, talvez por ser domingo, vi várias famílias por lá. Cada grupo com seu isopor e comidinhas a tiracolo, mas não curti a vibe. A praia não era muito extensa, então deu um pouco aquela sensação de piscina de clube quando tá cheio, saca? Um zum-zum-zum e aquela farofada rolando, só faltou o pagodinho pra compor a cena. Como estávamos atrás de um relax, as praias de pagas de Cas Abou e Port Marie desceram bem mais suaves.
Praia de Santa Cruz

Praia de Santa Cruz

Na praia de Daaibooi já rolava uma farofinha na areia 

Cas Abou tem uma infra um pouco inferior a Port Marie, mas dá pra se virar bem. Tem  banheiros funcionando, um bar que vende cerveja gelada e outros petiscos, dá para alugar espreguiçadeiras (o aluguel da cadeira inclui uma ducha de 30seg pra tirar a areia antes de ir embora) e ainda havia um posto da Cas Abao Watersports & Shop para quem quiser fazer mergulho ou alugar snorkel e afins. A praia é lindíssima e o mergulho de snorkel aqui me fez sentir que nem criança em dia de natal. Tem uns recifes lindos. De fora da água dá pra ver o momento em que o azul-turquesa fica mais escuro, mas de dentro da água o impacto é surreal! A parte mais escura é simplesmente o mar ficando mais fundo ao passo que um recife vem encostando e se aproximando da parte clara. Leve uma câmera a prova d’água. Sério, taí uma dica de ouro! Compre, peça emprestado, sei lá…Só não apareça lá sem a câmera subaquática ou irá se arrepender. A visibildade do mar é surreal e as fotos ficam lindas! 

Ponha na sua mala caribenha ou irá se arrepender…

Nós alugamos snorkel e nadadeiras e ficamos horas debaixo d’água nadando com os peixinhos. Quando dava um cansaço, descansávamos um pouquinho na espreguiçadeira e pedia uma cerva pra relaxar. E claro, tome filtro solar porque o sol é inclemente! Não dê bobeira. Espalhe filtro solar até na alma! Sério, lembre de lugares normalmente esquecidos: orelhas, dedos da mão e pé, bunda, barriga, enfim toda superfície exposta ao sol. Só não vai dizer que não avisei…

Em Cas Abou é vendido até vinho branco na praia

Cas Abou, sua linda!

Cas Abou, sua linda!

Leve uma camêra a prova d'água!

Leve uma camêra a prova d’água!

Port Marie foi a praia mais VIP que visitei por lá. A infra é ótima: banheiros funcionando, duchas para tirar areia e sal do corpo, espreguiçadeiras pra caramba pelas areias, um bar/restaurante arrumadinho aonde você pode tomar prosecco (momento Rei do Camarote kkk), gente bonita pegando um bronze por lá, massagem para quem tiver na pilha de um relax total e até um deck molhado para você tirar onda na hora de entrar no mar. A praia é lindona (lugar comum por lá né?) e possui uma quase piscina interna com pedras meio que delimitando uma área próxima a orla. Maravilhosa mesmo. Tanto que foi a única praia que voltamos, além claro da do Marriot onde estávamos hospedados.
Port Marie é paga mas por algum motivo não nos cobraram nada quando fomos lá

Port Marie é paga mas por algum motivo não nos cobraram nada quando fomos lá

A infra da praia é ótima e ainda tem vários serviços para quem quiser consumir

A infra da praia é ótima e ainda tem vários serviços para quem quiser consumir

A foto tá maneira né? Mas meu pé tá doendo até agora por conta da pedra que tava ali embaixo

A praia do Marriot aliás é interessante também, principalmente no fim do dia pois o sol se põe bem em frente. Fechando mais um dia incrível no caribe. Pode ter certeza que você irá pensar nisso na hora. A praia do Marriot embora não seja totalmente natural, emula bem. E pra quem já está hospedado ali, cai super bem pra compor uns momentos mais exclusivos pois você ainda pode contar com a infra do hotel e pedir serviço pra ser entregue ali :)

Fim de tarde na praia do Marriot

Fim de tarde na praia do Marriot

Mas não fique apenas com a minha impressão, visite todass elas e depois venha aqui dizer o que achou também! 

Escrito por Claudio Lemos