A primeira invasão de Marc Anthony aos nossos ouvidos ocorreu aqui nas plácidas margens de Punda


Pro bem ou pro mal, há momentos da sua vida que são definidos por um música. Não raro elas costumam também fazer parte das lembranças das viagens que fazemos. Quando tivemos na Itália durante um jantar escutei na rádio uma voz familiar cantando uma música em italiano que nunca havia ouvido. Hmmm, mas aquela voz… Curioso que só, perguntamos para garçonete quem cantava ao que ela respondeu de pronto: Eros Ramazzoti. Na mesma hora lembrei do nome e comentei com a Claudia que ele havia feito uma música que chegou a ser sucesso no Brasil e foi até parte de trilha sonora de novela. E quem disse que eu lembrava
o nome da dita cuja? Felizmente hoje a internet abreviou bastante esse sofrimento e assim que um wifi gratuito surgiu seus problemas acabaram :) Só que a história não termina aí, durante nossa viagem na Itália acabaríamos ouvindo a música de novo em praticamente todas as cidades que passamos. Talvez os djs de lá estejam precisando de um update…

E continuou por dentro do alto falante das lojas em momentos distintos da viagem..

em punda

…tipo durante a pausa pro café

 

Há ocasiões em que você mesmo elege uma música para trilha sonora da sua viagem. Em Curaçao não tivemos essa sorte. E foi assim que Marc Anthony entrou de carona na minha viagem. Parecia que a música dele estava espreitando a gente e qualquer passo infalso que dávamos e lá vinha ela ecoando sei lá deus de que caixa de som. Em qualquer lugar da ilha. A qualquer hora. A canção em questão se chama Vivir Mi Vida e, com boa vontade, é até simpática. Mas quando ela persegue sua viagem inteira, fica difícil de aturar né? De qualquer forma essa música vai marcar minha vida pra sempre me fazendo lembrar daqueles dias de praia azul-turquesa e curtindo um verãozinho :)
Dá pra mudar a música?

Dá pra mudar a música?

 E você tem uma história de música chiclete para compartilhar?

*só que não!

Escrito por Claudio Lemos