belgium beers rack trappist market drunk alcahol alcool cerveja belga estante

Um mercado qualquer na Bélgica…

Em 2009 quando fui a Europa pela primeira vez, um amigo meu me levou a um pub em Londres chamado Dovetail especializado em cervejas belgas aonde a carta tinha nada menos que 100 tipos diferentes de cerveja. Todas belgas e eu nem sabia grandes coisa da Bélgica até então…

souvenir belga belgica copos cerveja brugges presente

Vontade de jogar tudo na mala e trazer pra casa…

Contudo, nos últimos cinco anos o mercado de cerveja mudou bastante aqui no Brasil e agora é até comum vermos bares e empórios especializados em cervejas de diversas partes do mundo. Back then em 2009 a realidade era outra. Os mercados aqui eram divididos entre Antartica, Skol e Brahma. E quando muito uma Boehmia. Marcas estrangeiras só Budweiser, Heineken quiçá uma Stella Artois. Basicamente éramos uma nação refém das cervejas pilsen.

delirium tremens cafe bar teto bélgica bruxelas ceiling bandejas

Eu movido pela minha curiosidade aquela altura já havia provado umas duas Erdingers e até gostava de cerveja de trigo (hoje em dia acho pesada), mas aquele cardápio de cervas belgas do Dovetail foi aquele momento cinematográfico em tudo fica escuro ao seu redor e só uma luz te ilumina na cena, saca?

brugde zot deus belgoo tempelier beers leffe cervejas belgas

Ampliando conhecimento cervejeiro em 0,0001%

coceira na cabeça bar cerveja belga beer trappist

E agora, qual que eu provo?

Voltei dessa viagem fã de carteirinha de cerveja IPAs e abriu-se espaço para um conhecimento voraz de cervas trapistas e de abades. O passo lógico seria visitar a Bélgica em algum momento. Pois bem, por isso não foi preciso muita lábia para arrastar a Claudia comigo até Bruxelas aonde poderíamos provar cervas belgas a preços locais (tipo ir no mercado e comprar Delirium Tremens por menos de 2euros).

Claro que em três dias não dá para conhecer nem 1% dos produtos nacionais, mas dá pra ser feliz tentando aumentar o conhecimento cervejeiro né? A Claudia sempre quis provar a cerveja Deus, que tem um preço proibitivo aqui no Brasil (cerca de R$230 a garrafa contra 17 euros lá), mas encontramos um bar que servia taças dela e aí as mina pira! A Claudia ainda fala que foi a melhor cerveja que ela provou na vida!

bebendo drinking drunk bebado tulipa cerveja

Experimentar cerveja na Bélgica é uma explosão de luz e cores sem hora para acabar, porque a oferta é absurda e o gosto nem se fala. Aliás, a Bélgica é um lugar ímpar no quesito gastronomia: os pratos nacionais são as moules e as frites (mexilhões e batatas fritas), não é exatamente a primeira opção de ninguém né? Mas a cerveja é incrível e o chocolate é o melhor que você vai comer na sua vida. Digamos assim: comida, comida esquece. Parte logo para sobremesa e continue nas cervas depois. Pode não ser muito saudável mas você vai lamber os beiços depois.

mexilhões mussels panela de comida belga belgium

Os carros-chefe da culinária belga: mexilhões…

cone de batata frita frites french fries belgium belga

…e as fritas (que são bem boas por sinal)

chocolates belgas chocolatier marcolini brussels

Os chocolates da Pierre Marcolini são sensacionais!

Escrito por Claudio Lemos