Mas vai fazer o quê em Brasília?

É uma pergunta que volta e meia a gente ouve quando contamos que fomos visitar a capital. Pois bem, pra começo de conversa acho sinceramente que todo – vou até repetir pra enfatizar – TODO brasileiro deveria ir a Brasília, ao menos uma vez na vida, pra fazer turismo cívico. Ou seja, dar aquela visitinha no Congresso, Câmara, STF, Palácio do Planalto e Itamaraty. Acredite, é uma aula que estão te devendo desde o ensino médio sobre o funcionamento do Brasil. E é completamente grátis, afinal são casas do Povo com maiúsculo. E isso é só uma pequena parte da cidade.

Não foi a primeira nem a última vez que fomos a Brasília, mas desta vez queríamos experimentar a cidade a partir de um ponto de vista diferente. Estávamos buscando um tour arquitetônico que desse uma contextualizada na importância do planejamento de Brasília. Então trocamos umas figurinhas com a Anna Bárbara do Nós No Mundo, brasiliense de carteirinha, que não apenas nos indicou, como foi conosco num tour super legal: o Camelo Bike Tour.

A proposta do bike tour me ganhou de cara, pois junta duas coisas que adoro: bike e arquitetura. E ainda por cima o Graco, guia responsável pelo passeio, é arquiteto urbanista de formação. Não poderíamos ter encontrado um guia melhor :)

O circuito da pedalada não era muito extenso, cerca de 7km com algumas paradas para explicações e fotos, claro. O trajeto é esse abaixo:

mapa bicicletada

O roteiro do bike tour

São cerca de 3h pedalando pelos principais pontos turísticos da cidade. Começando pela torre de tv, descendo até a Praça dos Três Poderes e voltando, com paradas no Hotel Nacional, Conic, Biblioteca Nacional, Museu Nacional, Catedral Metropolitana, Esplanada dos Ministérios, Palácio do Itamaraty, STF, Teatro Nacional e Rodoviária do Plano Piloto. Ao longo do trajeto, o Graco vai mostrando fotos antigas e contando mais sobre a construção de Brasília e pontuando alguns detalhes arquitetônicos que passariam totalmente despercebidos pela gente.

Querendo rodar Brasília de um jeito diferente, a gente super indica o tour. Vale super a pena :)

Mais infos sobre o tour aqui

Escrito por Claudio Lemos