A estátua de Netuno, na principal praça da cidade
 
As torres inclinadas de Bologna



Confesso que fiquei um pouco desapontado com Bologna. Também não sabia ao certo se era pra esperar muito da cidade. Na minha pesquisa prévia pela web, li muita indicação referente a boa gastronomia da cidade e claro, sobre a famosa, massa a bolonhesa que por lá é conhecida como al ragu. Pois bem, fomos conferir.

É um bate e volta tranquilo para fazer a partir de Florença ou ainda pode ser um ponto intermediário no caminho Veneza-Florença, que costuma ser o itinerário de muitos brazucas pela Itália. A viagem demora quarenta minutos no trem rápido a partir de Florença (e uma hora e meia a partir de Veneza). Mas aí você pergunta e vale a pena?
Sei lá, eu não vi nada demais na cidade. Talvez eu já estivesse um pouco cansado do batidão da viagem (era o décimo dia na estrada…), mas o que mais me chamou atenção foi o comércio local que não é muito diferente de outras cidades. Tem H&M, Zara, GameStop, Apple Store, Bennetton e por aí vai. Uma lojinha que achei bem divertidinha, mas acabei não comprando nada foi a Fabrica Features. Em frente a ela fica o Cabala Cafe que é bem agradável, com ambientes que simulam uma casa. No mais é uma antiga cidade (medieval talvez) que cresceu demais. Não é zoneada nem desorganizada, mas dá pra perceber que a estrutura dela era para comportar menos informação (trânsito, pedestres, lojas).
Cadeiras pantone na Fabrica Features
A comida é gostosa sim, mas assim como é na Itália inteira. Fomos atrás do restaurante mais indicado pelo Trip Advisor, o Al Sangiovese que fica na outra extremidade da cidade em relação a estação de trem. Tudo bem que a cidade é toda feita a pé, mas cansa um pouquinho. O restaurante é bom, meio chique. Vários turistas acabam indo para lá por conta do Trip Advisor mesmo. No dia que fui almoçar lá, além de mim e da Claudia, identifiquei mais uns dois casais de turistas ali. E o adesivo “Nº1 Trip Advisor” na porta não deixa dúvidas. A comida,  que é o importa, é boa mesmo, porém não é de outro mundo comparando com as massas que você vai comer ao longo dos dias na Itália. O molho al ragu é diferente do a bolonhesa que estamos acostumados. Verdade seja dita, a bolonhesa dos bolonheses é melhor que a bolonhesa fora da Bologna.

 

Al Sangiovese fica escondido numa esquina lá nos confins da cidade
Escrito por Claudio Lemos