Esse com este post saideiro, me despeço da série Peru 2013. Deixar Machu Picchu é difícil. A vista que se tem na entrada da cidadela é muito marcante. Tive a sorte de poder retornar lá e mais uma vez confirmar a beleza que existe espalhada por esse mundão. E mais que isso, tive a felicidade de pegar um dia super ensolarado que deixa a cidade ainda mais bela.

 
Descemos de Machu Picchu no busão e fomos comer um restaurante bem pega-turista logo ao lado da estação de trem. Ao menos o restaurante dispunha de wi-fi, porque foi difícil de aguentar o show regional que eles ofereciam ali em meio a refeição. Até agora não entendi essa foto aqui….
 
WTF?
 Enfim, com o sistema digestivo em funcionamento saímos do restaurante e fomos para pegar nosso trem. A primeira vista a estação parece bem tranquilinha e ordeira, mas quando você entra no salão de embarque a massa turista não deixa nada a dever de uma repartição publica: lotada e sem ar-condicionado, mas não dá nem pra reclamar. O serviço funciona e o trem chega para levar todo mundo embora dali. Ouvi mais português do que qualquer outra línga ali, sinal de que realmente Machu Picchu é trend de viagens por aqui. Os vagões são confortáveis com janelões que deixam a mostra todo o vale sagrado enquanto o trem segue seu rumo até a estação de Poroy, a 30min de Cusco. Lá nosso transfer nos aguardava para nos levar até o Casa San Blas, nosso hotel em Cusco. E ainda deu tempo de fazer uma última refeição no Pachapapa.
 
 
 
Os aeroportos tem muuuuuito a melhorar

No dia seguinte precisaríamos de muito bom humor para encarar a confusão que é utililzar os aeroportos do Peru, mas vou te falar uma coisa: voltei de Cusco com aquela sensação boa de quem revisitou um lugar que ainda pode oferecer mais sabe? É ótimo poder ir a lugares assim. Me sinto um pouco assim quando retorno a Ouro Preto, Tiradentes e mesmo cidades grandes como NY e Paris. É um feeling maneiro de que aquele lugar sempre vai te oferecer uma boa experiência.

E tendo visitado Cusco e arredores com guia ao lado e enchendo de informações me deixou mais curioso para voltar ao Peru e explorar a parte sul do país. Revisitar oTiticaca e Puno, além de lugares que ainda não estive como Arequipa, Vale do Colca e as famosas linhas de Nazca. Quem sabe na próxima né? Realmente há muito o que ver por lá.

Escrito por Claudio Lemos