Viajar também é excelente para descobrir comidas novas e sempre que viajamos ficamos de antena ligada pra descobrir bons restaurantes e comidas típicas, mas em Curaçao deu ruim. Não que a comida seja ruim, é apenas ok. E claro que ninguém viaja pro Caribe motivado pela comida né?

 

O Kome fica em Punda pertinho do centrinho
Interior do Kome
Com algum garimpo, acabamos encontrando quatro lugares bem simpáticos. O mais legal na minha humilde opinião foi o Kome que fica em Punda. O restaurante conta com um ambiente super agradável com um pé direito bem alto (e a decoração com muita madeira ajuda também). Pedimos um risotto de queijo de cabra com grana padano que possivelmente foi a melhor refeição que fizemos nessa viagem. Vale conferir!
Outro bem simpático é o Wine Cellar que fica bem perto do Kome. Me senti um pouco na casa da vovó, sabe? A decoração é um pouco batida mas ao mesmo tempo aconchegante. Fomos lá num sabado a noite e deu pra ver os locais, na verdade uma mesa terceira idade super aproveitando a vida e tomando vinho. Compôs bem a cena, acho que até por isso fiquei mais simpático ao restaurante. Pedimos um fettutine alfredo, um filé mignon que veio acompanhado com uma couve-de-bruxelas sensacional!

Fettutine alfredo com filé mignon
Essa couve de bruxelas tava sensacional

O Mundo Bizarro é uma casa de dois andares bizarramente decorada mas ainda assim é um excelente point pra tomar uns drinks, o ambiente beira o kitsch mas é agradável. Também fica em Punda numa ruazinha meio lateral que parece não haver muito coisa, mas quando chegamos lá ainda conseguimos pegar um restinho de música ao vivo super intimista, bem legal para casais – e antes que você olhe torto, já aviso que odeio música ao vivo em restaurante mas esse foi uma exceção a regra.

O astral do Mondo Bizarro é demais
Detalhe do bar do Mondo Bizarro

Em Otrobanda, fica Bistro Le Clochard dentro do Riffort. O Bistro conta com uma varanda agradabilíssima que dá vista para o canal que divide Punda e Otrobanda permitindo ainda observar o vai-vem das pessoas na Queen Emma Bridge enquanto o almoço/jantar é servido. Como em outros restaurantes de Curaçao, a comida não chega a chamar atenção, porém o visual e a sobremesa (um trio de sorvetes de chocolates branco, meio amargo e chocolate belga) estavam incríveis. Aliás, falando em sobremesa o Marriot de Piscadera tinha um mousse que foi o melhor doce de toda a viagem! Caso se hospede lá, peça um dia para provar.

A vista da varanda do Le Clochard
Trio de sorvetes de chocolates belga: coisa do capeta!
Escrito por Claudio Lemos